Crise financeira não é motivo para pânico, basta adotar algumas estratégias. É o que afirma o consultor financeiro, acrescentando que quem não se planejou vai ter um pouquinho mais de dificuldade. Fábio Yamamoto foi convidado pelo Revista Brasil para explicar como superar o aperto das contas de início de ano.

Segundo o consultor financeiro, o ideal seria o planejamento durante o ano inteiro, prevendo os gastos de fim de ano. Uma das formas seria parcelar os pagamentos, o que muitos vêm com receio, mas nem sempre parcelar é desvantajoso. Por isto, é bom fazer as continhas na ponta do lápis, para ver se realmente vale a pena, porque pagar tudo à vista e ficar completamente sem dinheiro não é a solução, explica. Por ficar sem dinheiro, as pessoas acabam entrando no cheque especial e entrando no rotativo do cartão de crédito, completa o consultor.

Yamamoto aconselha que até fazer um empréstimo pessoal a um custo mais barato é melhor do que não pagar o cartão de crédito. O endividamento nem sempre é um vilão, desde que seja planejado também, porque se endividar de forma planejada junto ao banco, com juros baixos, para pagar despesas do cartão e evitar de entrar no cheque especial, é mais vantajoso, porque até para se endividar com empréstimo deve ser planejado, aconselha.

– – –

Publicado em: EBC Rádios

About the author